Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘sem categoria’ Category

Gostaria de agradecer a todos(as) que me desejaram um Feliz Dia Internacional da Mulher… Mas, acima de tudo, gostaria de deixar minha opinião a respeito dessa data: não admiro em nada o que ela se tornou. O dia 8 de março se tornou a data de festividade e de compras de perfumes, cosméticos, eletrodomésticos, flores (em especial), lingeries e roupas. Virou, como todas as datas, um motivo de consumo. Virou a data da gentileza, em que todos acreditam que as mulheres merecem receber seus cafés na cama, ter um presente esperando, um dia de folga.
A data 8 de março, não é a comemoração por sobrevivermos a TPM, aos incômodos da gestação, ao parto, pela jornada de trabalho que inclui trabalhar fora, dentro de casa, estudar… aguentar a depilação, a cinta, e aos saltos. 
Infelizmente, não é esse o motivo pelo qual LEMBRAMOS o dia 8 de março. Esta data está no calendário, pois em 1857 algumas mulheres trabalhadoras se manifestaram e protestaram contra a carga de 12h de trabalho e o baixo salário, o resultado disso foi a prisão e a morte de mulheres esmagadas pela multidão. Em 1908, mulheres em NY, na empresa têxtil Cotton declararam greve pelas condições insuportáveis de trabalho, e foram presas dentro da fábrica, a qual teve suas saídas fechadas e incendiada pelo próprio patrão… O resultado foi a morte de 129 mulheres queimadas.
Essa data foi estabelecida para relembrar a luta de mulheres por melhores condições de trabalho… a luta por um espaço e pela IGUALDADE.

O dia 8 de março é pra lembrar que conquistamos um espaço importante, mas muito ainda tem que ser alcançado. O respeito, igualdade de salários, a liberdade da mulher por poder escolher o que quer de sua vida sem preconceitos… Enfim, essa luta é grande e não acabou. Mas o consumismo nos faz acreditar que é apenas uma data pra inflar nossos egos e que no outro dia não precisamos de gentilezas, presentes, agrados, respeito, um salário igual… Nos faz acreditar que tudo já foi conquistado e que só sobrou a comemoração. 

A todas as mulheres, venho desejar UM ÓTIMO REFLEXIVO 8 DE MARÇO.

Beijos
Pamella

(nota publicada no meu perfil no facebook)
Imagem

Anúncios

Read Full Post »

Prêmio: Selo Blogger Versátil

Depois de tanto tempo sem escrever no meu amado blog, foi de se espantar a surpresa que recebi. Fiquei muito feliz  e tenho que compartilhar com meus queridos e fiéis leitores, o “Reflexões de História” recebeu um prêmio, pois é, um selo chamado “The Versatile Blogger Award”, que é oferecido à aqueles que desenvolvem conteúdos que são interessantes e versáteis aos leitores. 
O Reflexões de História recebe honradamente esse selo. Muito obrigada!
Imagem

O que observar quando for indicar alguém?

 
(Palavras do criador do selo) “Quando você considerar nomear um colega blogueiro para o Prêmio Blogger Versátil, considere a qualidade da escrita, a singularidade dos assuntos abordados, o nível do amor exibido nas palavras na página virtual. Ou, é claro, a qualidade das fotografias e do nível de amor exibido na obtenção dos mesmos. Honrar os blogueiros que trazem algo especial para sua vida se todos os dias ou só de vez em quando. E, se divertir!”.
 
Regras de participação:
1) Agradecer quem te premiou:

 O Reflexões de História deixa seu mais sincero agradecimento ao blog “Remexendo o Passado” e ao Professor Josimar, por nos honrar com essa premiação. Muito Obrigada!

2) Partilhar 7 coisas sobre você para que possam te conhecer melhor:

  1. Sou grande admiradora de História Medieval, não há um assunto se quer nessa grande área que não me fascine.
  2. Acredito em Deus e sou muito grata à Ele por tudo o que me concedeu, tenho minha religião e minhas crenças, mas sou contra a persuadir pessoas a aceitarem seu modo de vida e fé.
  3. Não acredito que com a nossa forma de fazer política possamos ter um posicionamento político bem delimitado. Acredito que ser de esquerda, ou de direita ou centro, já teve seu momento. A política hoje, no Brasil e no mundo, é algo a ser refletido. Tenho minhas preferências, mas política é algo que já virou motivo de piada, apesar de ser uma coisa extremamente séria que afeta todos nós.
  4. Amo leitura e acredito que a educação tem futuro se, e somente se, for trabalhado acirradamente a leitura com as crianças e jovens.
  5. Acredito que aprender HISTÓRIA, acima de todas as disciplinas é algo de fundamental importância. Uma pessoa só será critica e irá analisar o mundo em que vive com base no que diz, quando aprender história.
  6. Sou uma pessoa que se empenha muito no que faz até isso me levar a exaustão completa…
  7. Admiro pessoas sinceras, honestas e que não diferenciam os outros; detesto e abomino pessoas hipócritas, falsas e que acima de tudo não pensam no que vão fazer e atropelam o mundo para atingir seus objetivos. Sou a favor do respeito ao próximo.

3) Partilhar o prêmio com outros 15 blogues e notificá-los:

Estou selecionando meu indicados que serão notificados assim que concluir minha pesquisa.

Read Full Post »

Uma coisa pela qual todo historiador é apaixonado é a memória. E nós estudantes de história sabemos que há várias maneiras de preservá-la e difundi-la, mas a que mais me agrada, particularmente, é o centro de memória que é representado pelo museu.

Vou tentar com poucas palavras explicar o que significa, como surgiu, sua finalidade, enfim, um pouco da sua história.

Museus

Os museus têm origem na necessidade do homem de colecionar coisas, de preservar suas memórias particulares; isso desde a Antiguidade, como por exemplo, um colar herdado de um familiar, um vaso, muito semelhante ao nosso hábito atual de preservar lembranças como fotografias, objetos que nos remetem a momentos felizes.
Mas, apesar desse hábito particular de guardar objetos e memórias, ainda na Antiguidade, mais especificamente em Alexandria surgem os museus, propriamente ditos. A palavra museu do grego, significa “templo das musas, e e recebia esse nome porquê o museu era o local destinado ao estudo das artes e das ciências. Porquê templo das musas? Simples. Na mitologia, as musas eram entidades que inspiravam as artes e as ciências.
Até o século XVII, os museus eram basicamente locais onde se preservavam documentações importantes (documentação, no sentido histórico são objetos, textos, livros, etc) e eram estudadas e analisadas.
Somente no século XVII, que os museus começam a se parecerem com os quais nós conhecemos hoje.  Esses museus modernos foram criados a partir de doações particulares; o primeiro museu conhecido é o Ashmolean Museum, que surgiu com as doações de Elias Ashmole, da coleção de John Tradescant. O segundo museu público é o Museu Britânico, de 1759. E o primeiro público na França é o do Louvre de 1793.
No Brasil, o primeiro museu foi fundado em 1862- Museu do Instituto Arqueológico Histórico e Geográfico Pernambucano; todos os outros brasileiros datam do século XX, e o mais importante pela qualidade de acervo é o do MASP, em São Paulo, de 1947.

Sua Finalidade

Como já foi dito, no século XVII o museu se consolida de forma muito semelhante com a qual nós conhecemos hoje e deixa de ser um centro exclusivo de preservação, passando a ser aberto ao público e um centro investigativo.
Os museólogos, pensadores, historiados, sociólogos, geógrafos, linguistas, arqueólogos, todos eles, entre outros, são profissionais que atuam com a documentação do museu. Graças a atuação desses profissionais, muito da história e equivocos, além de ideologias que eram transmitidas como verdadeiras, hoje sabemos que muitas delas passaram de manipulação ideológica, ou seja, a documentação, nos permite averiguar os fatos históricos e desconstruir essas mensagens prontas.
O museu deixou de ser um centro passivo de acúmulo, para se tornar um local de interpretação social, educacional, cultural e de preservação material.

Finalmente, de acordo com a ICOM – International Council of Museums (2001), o Museu hoje é “uma instituição permanente, sem fins lucrativos, a serviço da sociedade e do seu desenvolvimento, aberta ao público e que adquire, conserva, investiga, difunde e expõe os testemunhos materiais do homem e de seu entorno, para educação e deleite da sociedade”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: